Home > Saúde

Saúde

Guia do Óleo de Cártamo

Muito se fala sobre itens termogênicos, como a cafeína, porém, o óleo de cártamo sempre é deixado de lado, ou melhor, quase sempre. Hoje, quero falar um pouco sobre esse item indispensável pra quem quer perder uns quilinhos, sem nenhum tipo de efeito colateral assim como é usado hibiscos, alimentos termogênicos, e outros emagrecedores ou coisa do tipo.

Suas aplicações são diversas e seus benefícios abrangem, desde o halterofilista, até a dona de casa que precisa emagrecer, secar barriga e desempenha corridas esporádicas durante sua semana. É comprovado cientificamente que mais de 67% das pessoas passam a ter um aumento de metabolismo em decorrência da utilização do óleo de cártamo e, portanto, têm um benefício na hora de emagrecer.

Por conter diversos itens característicos da química orgânica, o supracitado é capaz de atingir picos de queima de gordura, e favorecê-la durante todo o dia, até enquanto se está em repouso, dormindo. É bem provável que o utilizador do produto passe a ter mais disposição, estar mais ativo e preparado para a execução de tarefas, uma vez que seu organismo estará metabolizando e queimando uma quantia muito maior de energia, acabando com o estoque energético que, na realidade, não passa de gordurinhas indesejáveis.

É plausível, ainda, que o óleo de cártamo não seja um item apenas para favorecer o emagrecimento, mas um item importantíssimo para quem precisa de mais disposição durante o dia, fazendo a manutenção da produtividade e, por consequência, possibilitando uma vida melhor para quem faz sua utilização constante. Há indícios, ainda, que mesmo após a cessão da utilização, os benefícios continuam a aparecer, sendo, portanto, benefícios a longo prazo, que podem não aparecer logo na primeira semana de uso, mas que vão, certamente, fazer diferença no seu dia a dia e no seu peso.

De onde vem

planta de cartamo para emagrecer

O óleo emagrecedor é extraído de uma planta denominada açafrão bastardo, extremamente conhecida pelos profissionais da saúde, que tiram dela suas propriedades para os mais variados males. É extremamente comum que ela seja confundida com o açafrão comum – utilizado em temperos culinários – porém, vale ser feita a distinção: uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Em sua composição, podemos notar a presença de ácido linoleico, que possui um fator contrário ao acúmulo de gordura já comprovado. Temos também a presença de lipases, que contribuem para a quebra das gorduras estocadas, além da já tradicional propriedade antioxidante, que garante uma pele mais bonita e bem tratada.

A extração é feita através da dissolução de compostos químicos, geradores de grandes quantidades de compostos isolados, que podem ser adquiridos através de produtos que detalharemos na seção onde falamos sobre “comprar óleo de cártamo”, logo abaixo. Através desse processo de extração temos uma total manutenção das capacidades biológicas do material. Em outras palavras, o produto a base de cártamo continuará a funcionar, mesmo que removido de seu meio natural: a planta.

Ação no organismo

Como já introduzido acima, a questão da lipólise é extremamente evidente. Através dos compostos do açafrão, podemos ver um aumento no metabolismo e na questão da via energética, contribuindo para um maior gasto calórico sem, necessariamente, tocar em um grama sequer de massa muscular, o famoso catabolismo.

Caso tenha interesse, você poderá ver, no item acima, como é feita sua extração e, ainda, se seguir o link, poderá ver todo o processo de queima de gordura. Porém, a ação real se resume a:

  • Evitar o acúmulo de gordura;
  • Aumentar o gasto energético;
  • Diminuir a ansiedade;
  • Fortalecer e nutrir a musculatura;
  • Pode-se dizer, ainda, que todas essas ações podem ser vistas em pouco tempo desde o início da utilização do produto e que, sem a menor sombra de dúvidas, ele trará o resultado que se é esperado, principalmente caso seja utilizado junto a uma rotina bem regrada e a exercícios físicos, sejam eles do tipo que forem (musculação, corrida, etc).

Comprar Óleo de Cártamo

Será fácil encontrar uma loja que te venda o produto, porém, efetuar a compra na primeira loja que aparecer na sua frente é um grande erro. Existem produtos que não possuem uma concentração ideal de óleo de cártamo, que são produtos que assemelhar-se-ão ao placebo, contendo doses homeopáticas que, na realidade, não fazem nenhum efeito no organismo, seja masculino ou feminino.

É importante se atentar a qualidade do produto, a sua concentração e presença na Anvisa, uma vez que existem, como já dito, diversos produtos que não suprem as necessidades para um real emagrecimento. No tópico abaixo, abordaremos os possíveis efeitos colaterais que o produto pode causar, já que, de nada adianta emagrecer e ficar doente, por exemplo.

Se você clicar nos links que trouxemos abaixo, você obterá ofertas irresistíveis, com descontos especiais e tudo mais, a fim de que consiga comprar óleo de cártamo com um preço extremamente convidativo, quase de graça, aliás! Mas é importante lembrar que os valores que citamos aqui não são fixos e podem mudar a qualquer momento. Portanto, aproveite e clique já. A oferta pode acabar sem aviso prévio!

Efeitos colaterais do óleo

Como todo item que ingerimos possui um efeito positivo e outro negativo, a lógica se repete para este. Existem algumas pesquisas que demonstram certa atividade negativa do óleo de cártamo no organismo do ser humano. Dentre eles, uma rejeição a insulina pode ser notada. É um caso extremo, porém, você dificilmente terá esse problema se não extrapolar no consumo, questão que abordaremos no próximo item desta densa página.

Há rumores de que ele também é responsável por reduzir o colesterol HDL, que nem sempre é vantajoso para as pessoas, uma vez que essa gordura pode ser necessária a hipertrofia, por exemplo, onde temos a utilização de suplementos proteicos, como o famigerado whey protein, que é sucesso internacional no mundo dos halterofilistas e praticantes de musculação.

Por fim, recomendamos que, caso tenha alguma dúvida que não foi sanada neste artigo, consulte um médico antes de começar a se automedicar com o óleo citado. Se você está ciente, no entanto, dos benefícios e malefícios que ele pode trazer, compre agora o produto a base de cártamo e comece a ter resultados no seu emagrecimento, conquistando mais saúde e menos peso na balança.

Como tomar

Sem dúvida esse é um tópico de suma importância para a obtenção de resultados, no que tange ao emagrecimento. Você deve seguir a risca as informações do fabricante, e vamos dizer o porquê exato para isso logo abaixo:

As quantidades variam: embora seja comum encontrar sites na internet que digam quanto você deve tomar de cada item, vale ressaltar que os itens variam entre si. Noutras palavras, um mesmo óleo de cártamo pode ter diferentes dosagens em dois lotes diferentes e, portanto, só lendo as instruções da embalagem você pode ter ciência exata de quanto deve ingerir;
Os objetivos são distintos: Dependendo do seu objetivo, você deve adotar horários diferentes para fazer a ingestão do produto. Vamos detalhar, abaixo, no entanto, um pouco como sobre você deve tomar caso esteja buscando emagrecer de vez;
Na maioria dos casos, no entanto, podemos generalizar. A recomendação é, portanto, de se utilizar duas cápsulas diariamente anteriormente, num intervalo de 45 minutos, de cada refeição, ou seja, tomar um comprimido 45 minutos antes do almoço e outro 45 minutos antes da janta, para um desempenho óptimo.

Esse foi nosso guia sobre o Óleo de Cártamo e esperamos que ele lhe ajude a fazer sua escolha na hora de ingerir ou não o mesmo. Vale ressaltar, ainda, que não existem milagres e que você só poderá atingir o resultado caso se esforce e dê uma maneirada na comilança.

Exercícios e a importância da hidratação

Hoje vamos falar sobre os cuidados com a saúde e a hidratação durante e depois dos exercícios.

Aquela história que diz ser preciso tomar 2 litros de água por dia para ser saudável é muito variável de pessoa e rotina de cada um. Além dos acessórios para fazer os exercícios como tênis, camisetas e pulseiras nipponflex, é muito importante não esquecer da alimentação e da hidratação do corpo.

E apesar de cada pessoa ter uma necessidade diária diferente, uma coisa é certa: beber água durante e após os treinos é muito importante.

Não que os esportistas precisem beber uma quantidade específica de água, porque mesmo nesses casos não há um valor único definido para todo mundo. Cada organismo continua tendo suas características específicas, mas quem se exercita perde água através da transpiração e precisa repor essa perda.

Algumas pessoas se distraem durante os treinos e acabam tomando água só quando terminam, mas o ideal é tomar água durante os exercícios para evitar uma desidratação. Se você pratica atividades leves e por até uma hora, faça uma parada estratégica após 30 minutos e beba pelo menos um copo.

Vale lembrar que a desidratação pode causar problemas como dores musculares, dores de cabeça, vômitos e até desmaios. Esses sintomas ocorrem porque a falta de água no organismo pode levar ao aumento excessivo da temperatura corporal durante as atividades físicas.

Além de beber água, você também pode comer melancia para ajudar na hidratação – a fruta contém bastante líquido e é rica em minerais.

Cuidados com a pele após os exercícios

mulher fazendo exercicios

Quem pratica atividades físicas com frequência sabe da importância de um bom alongamento antes dos treinos para evitar dores e lesões musculares. O que muitas pessoas não sabem é que a pele também precisa de cuidados, antes e depois dos exercícios.

Assim como antes de dormir, também é preciso tirar toda a maquiagem antes dos treinos para deixar os poros livres para respirar. Se exercitar com o rosto maquiado pode levar ao surgimento de espinhas e causar os temidos pelos encravados.

Durante os treinos é aconselhável utilizar uma toalha ou lenço umedecido para secar o excesso de suor das costas, ombros e pescoço. Evite utilizar tecidos ou produtos que ressequem ou danifiquem a pele, caso contrário você pode acabar causando irritação.

Após os treinos é preciso tomar um bom banho para eliminar o suor, mas sem utilizar água muito quente para evitar ressecar a pele. Fazer uma limpeza de pele também é indicado para hidratar e reparar possíveis danos causados pela exposição durante os exercícios.

Outros cuidados específicos podem ser realizados conforme cada caso, como fazer uma esfoliação nas mãos caso surjam pequenos calos pelo levantamento de peso, por exemplo.

Algumas pessoas podem apresentar vermelhidão ou um pouco de irritação na pele depois de transpirar muito. Se você tiver algum desses problemas ou quiser outras dicas, encontre o dermatologista mais próximo de você.